Access – Gerenciador de Bancos de Dados da Microsoft

Publicado por Wagner Cardoso em

O Access é o gerenciador de banco de dados da Microsoft.

Ele faz parte do pacote Office e permite o desenvolvimento de tabelas que guardam informações.

Dessa formas, essas informações poderão ser utilizadas posteriormente para o tratamento dos dados.

De modo geral um banco de dados serve para que você possa guardar, pesquisar e utilizar informações.

Como um exemplo do mundo real vamos citar aqui uma farmácia.

Digamos que uma pessoa precisa encontrar um remédio por um princípio ativo.

Neste caso seria possível utilizando o banco de dados digitar o tal princípio ativo do remédio e encontra-lo no catálogo desta farmácia.

Bancos de dados permitem também cadastrar pessoas como clientes, funcionários, lista de devedores, lista de possíveis clientes e uma vasta opção de informações que poderão ser guardadas dentro de um banco de dados.

Como utilizar as informações do Access?

As informações guardadas dentro do banco de dados Access podem ser utilizadas, por exemplo, no Word.

Sendo que como um exemplo real, imagine que teríamos uma lista de clientes devedores.

Neste caso poderíamos pegar as informações do banco de dados e criar um modelo único de carta que seria enviada para todos os nomes que constam na lista.

As informações cadastradas no banco de dados também podem ser usadas em programas como o Excel.

Neste caso, nós criaríamos tabelas que analisam informações como controles de estoque, controle de clientes, controle de vendas e, claro, também possivelmente um controle financeiro.

Quais os elementos principais para o desenvolvimento de bancos de dados em Access?

O desenvolvimento de um banco de dados em Access, basicamente falando, pode funcionar de 2 formas.

A primeira é utilizando assistentes que permitem você criar tabelas, relatórios, formulários e consultas de forma intuitiva, mesmo sem o conhecimento aprofundado no programa.

Os assistentes oferecem as opções necessárias para que você consiga criar os principais recursos para guardar as informações e posteriormente utilizá-las como citado anteriormente utilizando o Word e o Excel por exemplo.

Os principais elementos que constituem um banco de dados são:

  • Tabela: serve para que você crie as informações que serão preenchidas posteriormente.

Como um exemplo do mundo real podemos citar o cadastro de uma pessoa para uma análise financeira.

Neste caso nós teríamos que solicitar o nome da pessoa, a sua profissão, a sua renda e o seu endereço entre outras coisas para que seja possível realizar uma análise financeira.

  • Consulta: a consulta permite que você consiga realizar filtros dentro do banco de dados.

Imagine uma situação onde você tem 300 pessoas cadastradas e você precisa encontrar uma pessoa chamada “José da Silva” dentro do banco de dados.

A consulta permitirá você criar um recurso aonde ao digitar o CPF dessa pessoa as informações aparecerão em uma tela específica.

Neste caso, será possível alterar o cadastro, visualizar as informações e realizar qualquer tipo de trâmite necessário para o funcionamento do banco de dados.

  • Relatório: o relatório é o recurso que permite visualizar informações, por exemplo em uma folha de impressão.

Ele pode ser utilizado na tabela mostrando dados completos do banco de dados ou ser utilizado em uma consulta onde ele vai exibir dados específicos.

Pois como citado anteriormente, a consulta ela serve como um filtro dentro do banco de dados.

  • Formulário: o formulário é um dos itens mais importantes na composição de um banco de dados pois é ele quem permite a criação de uma tela que vai interagir com o usuário.

Lá serão criados campos de texto que serão preenchidos e também botões de comando que permitirão o acesso aos demais recursos citados anteriormente.

Na minha opinião, essa é uma das principais partes do desenvolvimento de um banco de dados.

Além disso, com o Access é muito fácil de ser criado pois como citado anteriormente existem assistentes para auxiliar no desenvolvimento dessas telas e torná-las o mais intuitivas possíveis.

Qual a aplicação do Access no mundo real?

O Access permite que você crie e pequenos programas, como por exemplo para micro empresas, mercados, lojas que trabalham com atacado e varejo.

Nesses casos é possível cadastrar as informações e gerar um fluxo de informações que ao serem tratadas posteriormente por exemplo no Excel ou no Power BI, permitirão a tomada de decisão de empresas para a melhora do negócio.

Ou seja, em poucas palavras o Access permite que você crie verdadeiros sistemas de controle para empresas de pequeno e médio porte.

Porém, caso o desenvolvedor ou a desenvolvedora tenha conhecimentos também em linguagem de programação como SQL e VBA será possível criar realmente softwares que atendam a necessidade até de grandes empresas.

Pois as possibilidades dentro do gerenciador de banco de dados da Microsoft Access são infinitas.

Conclusão

Atualmente a área de desenvolvimento tem crescido a passos largos.

O uso de recursos como Access podem facilitar muito a vida de empresas que desenvolvem programas de controles e até mesmo desenvolvedores e desenvolvedoras que atuam por conta.

Pois com gerenciador de bancos de dados Microsoft Access o desenvolvimento de um programa de controle torna-se realmente muito intuitivo e esse desenvolvimento pode ser classificado como low code.

Ou seja, é possível desenvolver um software completo com pouco uso de linguagem de programação como os já citados, SQL e VBA.

Para que você tenha realmente eficiência no desenvolvimento de banco de dados, eu recomendo que você inicie pelo básico, e para isso nós temos um curso completo basta clicar nesse link:

O que é Access?

Aqui você verá o como é possível criar um banco de dados, mesmo que você seja total iniciante e que não tenha nenhum conhecimento prévio no uso dessa ferramenta.

Considere também conhecer os nossos cursos completos disponíveis nos seguintes links:

Access Para Iniciantes – Do Básico ao Avançado

Microsoft Office Completo com Excel, Access e Word

Por lá, você terá um conteúdo completo e poderia dar os primeiros passos na de desenvolvimento de programas com o Microsoft Access.

Espero ter ajudado com esse post, um grande abraço e até o próximo.


Wagner Cardoso

Professor de Tecnologia e Desenvolvedor na Tectreinamentos Informática.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *